segunda-feira, 12 de julho de 2010

TRAVESTIS








http://xeretando.files.wordpress.com/2008/05/bibivj6.jpg
Com certeza você deve ter ouvido falar do que aconteceu com o Ronaldinho, o Fenômeno, com as os travestis.
Travesti???
Male or Female? Traveco!
Agora, para não cometer o mesmo erro que ele, e acabar levando gato por lebre, faça este teste:
HOMEM OU MULHER ?
O site diz que caso você erre mais de 60%, melhor começar a se preocupar. Eu acertei 60% 100%.;)
Que fique bem claro que não temos nada com quem gosta de Travesti, cada um com seu gosto.  ;) 

 retitado do site  XERETANDO
29 de janeiro: Dia Nacional de Visibilidade das Travestis. Nesse dia, em 2001, foi lançada no Congresso Nacional, pelo Programa Nacional DST-Aids, a inteligente campanha: "Travesti e Respeito - já está na hora dos dois serem vistos juntos". Uma tentativa de reduzir o preconceito e a violência que as tornam tão mais vulneráveis ao vírus da Aids e, principalmente, mudar o nosso olhar em relação a elas. As próprias travestis colegas ativistas do movimento LGBT e de luta contra a Aids posaram para as fotos. Revendo hoje o material da campanha, a tristeza de constatar que muitas já se foram, vitimas exatamente do vírus contra o qual tanto lutaram.
 
As travestis, em sua batalha, estão sempre nos lembrando o quanto pequenos detalhes se tornam grandes no respeito e garantia à dignidade humana. Exigem, por exemplo, serem tratadas no feminino, uma vez que assumem características identitárias desse gênero. Respeito por parte de uns, quando Secretarias de Educação estaduais e municipais, universidades e órgãos públicos decidem tratá-las pelo nome social baixando portarias que surgem a partir de muita luta e provocadas por uma campanha da Antra (Associação Nacional das Travestis), ABGLT e vários outros parceiros. Desrespeito por parte de outros, como a imprensa que insiste em tratá-las no masculino. A notícia ganha um ar pejorativo, desperta mais interesse, vende mais, mas revela e provoca a mais pura "transfobia".
 
E quando se fala em banheiros? Apesar da identidade feminina e suas características, como nome, vestuário e comportamento, as travestis sofrem com a recusa de muitas mulheres em compartilhar com elas os banheiros públicos. Vira e meche o assunto volta à tona e gera disputas judiciais desagradáveis, humilhantes e não raro aparecem soluções estapafúrdias como a criação de um terceiro banheiro para segregar ainda mais o "terceiro gênero".
 
Travestis são o alvo preferencial da violência urbana. Em 2008, representaram metade das vítimas de assassinatos por crime de ódio no Brasil. São achincalhadas como no caso do jogador Ronaldinho, um homem adulto que nega ter saído de casa com a intenção de extravasar suas fantasias com algumas travestis. Preferiu o papel de bobo, dizendo-se enganado pelas meninas e alegando desconhecer que eram travestis. Depois de tudo, foi à mídia pedir desculpas.
 
Travestis não arrumam emprego, mas despertam em alguns homens um fascínio A Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Diversidade Sexual do Gabinete Prefeita de Fortaleza tem como missão coordenar, elaborar e implementar políticas públicas de enfrentamento ao preconceito e à discriminação por orientação sexual e identidade de gênero no município de Fortaleza, articulando com as demais Secretarias, áreas de atuação governamental e movimentos sociais, a fim de garantir os Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBTT)
VIRNA TINNELLY – MISS CEARÁ 2000
Nesse sentido, a Coordenadoria de Diversidade Sexual vem desenvolvendo diversas atividades educacionais, culturais, sociais e econômicas em parceria com órgãos e secretarias da prefeitura bem como a sociedade civil, com o intuito de concretizar as propostas contidas no plano de governo necessárias ao estabelecimento e consolidação das políticas públicas voltadas à promoção dos direitos humanos e cidadania de Gays, Lésbicas, Transgêneros e Bissexuais (GLTB).
AMANDA MARQUES – a eterna Miss Ceará e vencedora de vários títulos mundo afora.
LEIS MUNICIPAIS CONTRA A DISCRIMINAÇÃO
A Lei Orgânica do Município explicita a seguinte redação:
Art.7º Compete ao Município:
XXI- Criar mecanismos que combatam a discriminação à mulher, à criança e adolescente em situação de risco, às pessoas portadoras de deficiência e de doenças contagiosas, ao homossexual, ao índio, ao negro, ao ex-detento e promovam a igualdade entre os cidadãos.
ALESSANDRA CASTRO
Lei Municipal nº 8.211/98:
Art. 1º – Os estabelecimentos comerciais, industriais, empresas prestadoras de serviços e similares, que discriminarem pessoas em virtude de sua orientação sexual, na forma do inciso XXI do artigo 7º da Lei Orgânica do Município, sofrerão as sanções previstas nesta lei.
DANIELA XIMENES
Comunidade mo Orkut (aliás é o que acho mais charmoso nesse site, as comunidades):
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=27140103
Atendemos no Gabinete da Prefeita, na Av. Luciano Carneiro, 2235 – Vila União
...erótico-pornográfico que as fazem sucesso no mercado da prostituição. Lutam desde o momento que acordam, enfrentando a censura nos olhares, as piadinhas intolerantes ou gestos enojados. Travestis são a certeza de que nossa identidade se realiza quando somos o que realmente  DESEJAMOS SER
 
Camisinha sempre!
 
ATENÇÃO MENINAS!!!! OS HOMENS ESTÃO PREFERINDO OS TRAVECOS.... 
 
 

"Amazing Beauties" 2007 :"Gatas Travestis"

O "Amazing Beauties" 2007 é uma espécie de Miss Brasil do gênero e reúne travestis e transexuais na Filipinas. A ideia é eleger a mais bela modelo. As 'competidoras' tiraram fotos e falaram com a imprensa em um hotel de Manila, capital do país. Neste ano o concurso recebeu vinte e quatro competidoras. Depois dos defiles, com roupa de banho e festa, a mais bela candidata deve ser eleita. A grande final será na noite do dia 19 de outubro. Os organizadores do evento esperam mais de mil pessoas na paltéia. O show também deve ser transmitido por uma Tv local.
 
 
http://bloglog.globo.com/FCKeditor/UserFiles/Image/DSC04689.jpg
 QUALQUER UM DIRIA QUE É UMA MULHER...
 
 

Travesti brasileiro que derrubou governador foi miss no Rio e, como celebridade, vira capa de revista italiana

.
A carioca Natalia, em foto da revista Novella.
A carioca Natalia, em foto da revista Novella.
Natalia, -a travesti carioca filmada na cama e em atividade sexual com o então governador da região Lazio-Roma-, estará, amanhã, em todas as bancas européias.
Ou melhor, Natalia será capa da revista italiana Novella, que é campeã de vendagens. E capa em duas edições.
A transcanarinho emplacará duas edições. Isto porque, -como pesquisou a revista-, tem  muita gente curiosa por conhecer, -além dos detalhes de um escândalo onde o governador mudou três vezes de versão-, a sua vida e os seus amores.
Depois do escândalo que provocou a renúncia do governador Piero Marrazzo, esta será a primeira, entrevista de Natalia a uma revista. Natáli que foi registrada, em cartório civil carioca, como José Alessandro Vidal Silva.
Na entrevista, Natalia fala do seu sucesso nas passarelas.
Ela conquistou o título de Miss Transex Internacional, em 2004, na cidade de Florença. Como diz com vanglória, virou a rainha dos gays espalhados pelos mundo.
Em 2006, Natalia esteve no Rio de Janeiro para participar do concurso Scala Gay. Emplacou o primeiro lugar e guarda o cetro no seu apartamento romano, na via Gardoli: no mesmo prédio, os terroristas das Brigadas Vermelhos, nos anos 70, mantiveram em cativeiro, e depois mataram, Aldo Moro, ex-primeiro ministro e presidente do partido da Democracia Cristã.
Os pais de Natalia moram no Rio. Ela é de família de classe média e sempre  visita os genitores. Na entrevista à revista Novella, a travesti Natalia conta do bom relacionamento com a família, de um namorado carioca de prenome Marcelo e de um terminado casamento de oito meses.
No casamento, pelo que vazou da entrevista, Natalia assumiu o papel de marido. No particular e com relação ao ex-governador Marrazzo, não revelou detalhes, fantasias e preferências manifestadas nos encontros íntimos.
Natalia, -já rainha dos transgays do planeta-,  conheceu o ex-governador Piero Marrazzo em 2001, quando ele trabalhava como jornalista na RAI 3, que é estatal italiana de rádio e televisão. Em 2005, “pararam de se frequentar”. O reeencontro só ocorreu em 2006, quando Marrazzo já era governador.
PANO RÁPIDO. Na entrevista à revista Novella, —segundo apurado por este blog Sem Fronteiras de Terra Magazine—, não foi feita nenhuma pergunta sobre os planos de Natalia a respeito dos jogos Olímpicos no Rio de Janeiro.
A nossa assessora, - a caneta falante Concetta Rompi-coglione-, foi informada que Natalia exigiu a publicação de uma foto vestida e maquiada como Marilyn Monroe. E foi atendida.
Não se sabe, -agora que ela virou celebridade-, quanto recebeu da revista pela exclusividade.
E não sabe, também, o quanto realmente cobra por um programa amoroso, de 4 horas: “Mi sono fermata com Piero (Marrazzo) al massimo quattro ore” (ficava com Marrazzo no máximo por 4 horas).
Natalia afirmou que Marrazzo, -ao qual só chama de Piero e a conheceu em 2001-, pagava 5 mil euros ( R$15.000,00) por programa íntimo.
Marrazo, em depoimento ao ministério Público, declarou que pagava a Natalia, pela prestação sexual,  1 mil euros (R$3.000,00). Ou seja, 1 mil euros por quatro horas.
–Wálter Fanganiello Maierovitch–


ANDREIA CAETANO 
 
PIUMHI/MG

Travesti Patrícia Araújo e Dani Sperle fazem topless na praia


A travesti Patrícia Araújo e Dani Sperle, modelo que chegou nua à Sapucaí no carnaval 2009, fizeram topless na praia da Barra da Tijuca, Zona Oste do Rio, nesta quinta-feira, 12. Patrícia ainda ajudou Dani, que estava com um lenço de oncinha na cabeça, passando bronzeador em suas costas e em seu bumbum.
Patrícia Araújo posou recentemente para uma revista masculina, se igualando ao posto de beldades como Renata Frisson, a Mulher Melão, de Viviane Castro e a Musa do tapa-sexo. O produtor forográfico que clicou Patrícia usou do artifício do tapa-sexo para levas os leitores a pensar que era realmente uma mulher.













Nenhum comentário:

Loading...

OLA PESSOAL

SEJAM BEM VINDOS TENHO NOVIDADES SEMPRE ENTREM E CONFIRAM

beleza de mulher